Primeira semana de governo Lula já tem crise com ministra, desmandos e recuos na economia

A primeira semana do terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na Presidência da República foi definida por atritos entre ministros, alegações contrárias e ao menos três recuos significativos. Um dos primeiros bate-cabeça envolveu o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, e o chefe da Defesa, José Múcio Monteiro. Isso por causa que eles protagonizaram diferentes declarações a respeito das manifestações contra o resultado das eleições presidenciais, sucedidas em frente a quartéis e em rodovias pelo Brasil, que se restituíram nos últimos dois meses de 2022.

Antes mesmo de exercer o cargo, Flávio Dino chamou os acampamentos de “incubadoras de terroristas”. “É hora de por fim a isso, é urgente que isso ocorra de uma vez por todas. É algo incompatível com a Constituição”, declarou o ministro.

Recomendamos