Faxineira é demitida por patroa evangélica após revelar ser espírita

Uma patroa evangélica, acabou sendo o centro de uma polêmica nas redes sociais, após demitir sua funcionária. O caso ocorrido, é que ela demitiu a funcionária por intolerância religiosa, após saber que empregada era espírita.

“Fiquei com pena dela: é uma pessoa que prega tanto a fé, mas não tem fé nenhuma”, disse Fernanda Matias Almeida, de 35 anos, que já estava a 8 meses trabalhando na casa da patroa  em Belo Horizonte (MG).



Recomendamos